img

Breathing Words

Vamos mas é falar de apegos...

Publicado por Ana Matos á(s) 2017-03-08 10:16:29

img

Desapego. Essa palavra tão temida, e que está na moda. Sim, na moda, sem aspas. Dizem-nos para nos desapegarmos daquilo tudo que viemos a aprender (erradamente) que fazia falta. Não temos culpa! Temos antepassados que vieram 'apegar-nos', e que culpa temos nós? Nenhuma. Eu sei. Mas... temos de desapegar. Sim, é verdade. Há coisas que estão na moda e fazem sentido. O yoga, o reiki, as terapias alternativas, a alimentação saudável. E o desapego. Que palavra tão pomposa... Eu prefiro outra. Liberdade. Mas é engraçado, se o desapego é complexo, a Liberdade é assustadora. Não somos livres. Somos presos às nossas rotinas, aos nossos anseios, expectativas, desejos materiais, emocionais... Apegados. Vamos pensar ao contrário. Se não pudéssemos ter um carro, uma casa, um telemóvel, comer fora, e comprar as roupas da moda... o que ficava? Pronto, temos aí a nossa resposta. No meu caso, a minha filha e as pessoas que amo. Preciso de mais? Ok, preciso, porque a sociedade assim mo impôs. Preciso de dinheiro para viver aqui. Sou OBRIGADA a isso. Então... como posso desapegar-me dessas coisas? Eu acho possível. Encontrando um equilíbrio - sem perfeições, ok? - na balança da nossa vida. Vou às compras, será que preciso de tudo isto? Vou comprar um carro, será que preciso de um tão caro (e que às vezes nem posso pagar, e fico a pagar anos a fio)? Compro roupa, será que preciso de tanta?... Enfim, cada um de nós responderá de maneira diferente, e encontrará outras motivações. Alguns de vós chamar-me-ão de louca. Mas a verdade é tão simples, e está dentro de nós. O que é puro, verdadeiro, e essencial, está dentro de nós, e nenhum dinheiro pode comprar. Somos seres livres, cheios de Amor para dar, e à procura do nosso equilíbrio. "O essencial é invisível aos olhos. Só se vê bem com o coração", já dizia o Principezinho. Desapego? Ok. Vamos Apegar-nos ao que interessa. Amor, Respeito, Liberdade. Vivam! Namasté



Comentários




Deixe um comentário